21 set 2016

Mostrando grande evolução em novo álbum por Junior Frascá (Whiplash)

Compartilhe

Nota 9,0 / 10,0

Por Junior Frascá – Whiplash

Em seu segundo trabalho, o PERC3PTION, de São Paulo/SP mostra uma grande evolução em relação a seu debut, Reason of Faith (que é ótimo), tanto na parte sonora, como na parte lírica, além de ter conseguido uma importante parceria com a batalhadora Shinigami Records, uma das grandes do metal no mercado nacional…

Com um ótima produção, a cargo do guitarrista Glauco Barros, com coprodução de Edu Falaschi (ALMAH, ex ANGRA), o trabalho mostra uma banda ainda mais promissora que no trabalho anterior, pois embora mantendo suas raízes no power metal, traz uma gama maior de influências, de forma orgânica, com melodias intensas, e uma peso muito bem equilibrado, que aqui fez toda a diferença.

Além disso, há um clima emocional e introspectivo que permeia todo o trabalho, e pode ser claramente percebido em faixas excelentes como Rise e Immortality (está com um clima épico bem interessante) e Welcome to the End, com instrumental beirando a perfeição, e o novo vocalista Dan Figueiredo mostrando grande versatilidade, cativando o ouvinte com facilidade.

Outro destaque fica para a trabalhada Braving the Beast, uma verdadeira aula de bom gosto e senso melódico dada pela banda.

Nos momentos que a porradaria come solta a banda também se destaca, como em Magnitude 666, veloz e crua, mostrando o lado mais direto dos caras (claro, dentro de sua proposta sonora), sendo uma das melhores do disco, e a escolhida para o primeiro clipe do trabalho (que você pode assistir abaixo), e Extint Level Event, mais moderna e brutal, com Dan mostrando seu lado mais agressivo.

 

 

Vale citar também a bela e gélida arte gráfica do CD, feita pelo baixista Wellington Consoli da AfterDesign, que retrata bem esse clima emocional mais carregado do trabalho

Um trabalho excelente, que sem dúvida nenhuma fará a banda atingir um patamar bem mais alto em sua carreira, merecidamente.

Fontes: WHIPLASH.NET